Peripécias de um desocupado

Eu sempre acreditei que contos de fadas existissem.. talvez seja por isso que hoje eu sou uma pessoa tão frustrada, em busca de encontrar nesse mundo um amor tão puro e tão bonito quanto o das histórias que eu cresci ouvindo.

Dia dos Pais!

É, mais um dia dos pais..
E o mesmo problema de não ter dinheiro para comprar presentes. Apesar de que mesmo se eu tivesse, ficaria muito em duvida sobre o que compraria, pois a medida que eu cresço, vejo que você merece aquele presente mais difícil de ser dado, aquele que nenhum dinheiro do mundo pode comprar: o amor!
Você sabe que nunca tivemos uma relação de muita intimidade, mas quando a gente é pequeno, inclusive um pouco rebelde, por mais que alguém diga, não entendemos como funciona as coisas no mundo. Não entendemos quando os pais precisam sair todos os dias cedo (quando você ainda dorme) e chegam tarde (quando muitas vezes você já esta dormindo), e também não entendemos quando em alguma eventualidade onde estão “juntos” em casa, ele não tem paciência e/ou até mesmo esquece de perguntar como foi seu dia na escola, de ver seus deveres de casa, brincar com você ou simplesmente dizer uma palavra de carinho. Também não se entende quando ele tem dificuldade de demonstrar o que ao longo da vida, ele não recebeu do seu pai. Mas a medida que se cresce e adquire maturidade a gente passa a ver o mundo com outros olhos. É ai onde vemos que ser pai vai muito além ato sexual onde você engravida uma mulher. Ser pai é: assumir uma responsabilidade indescritível; é se comprometer a trabalhar arduamente para garantir o sustento dos filhos; é trabalhar para garantir o dinheiro para pagar a consulta medica, quando o filho vem a adoecer ; é ter que se policiar a todo momento, sabendo que precisa servir de exemplo; e é acima de tudo a maior forma de mostrar que é homem de verdade!
Hoje sou capaz de ver e me orgulhar desse homem que você foi em toda a minha vida! Esse homem que me repreendia quando eu fazia algo de errado; que me girava em seus braços no ar quando eu ainda era pequeno; que nunca negou um espaço no meio da cama durante a noite quando eu sentia medo do escuro; que apesar de poucas palavras, sempre esteve ali ao meu lado, me dando todo o necessário para que eu pudesse estar onde estou hoje, garantindo que não me faltasse nada.
Apesar de nem sempre isso ter me agradado, obrigado por ter sido como você foi e ter agido como agiu. Hoje eu reconheço o seu esforço! Obrigado por tudo e obrigado a Deus por ter feito de você o meu pai!

Feliz dia dos pais! Te amo!

O agora!

É hoje que eu vou voltar a escrever textos, a publicar no tumblr, a fazer dele o meu diário onde eu vou falar ao meu respeito e talvez, me veja daqui a algum tempo e enchergue o que hoje é invisível aos meus olhos..

O agora!

A gente sempre espera o primeiro dia da semana ou do mês.. para começar a dieta, entrar na academia, parar de beber..
Mas por que não fazer desse dia, o dia de hoje?!

É, e se sentir bem, talvez seja sinônimo de se manter sozinho..

Eu sou tão estranho. Às vezes eu gosto de ficar sozinho, de não falar com ninguém. Às vezes eu fico exageradamente triste, feliz ou com raiva do nada. Às vezes eu falo coisas que não deviam ser ditas e deixo de falar as coisas que realmente importavam. E às vezes eu machuco as pessoas. E às vezes eu não peço desculpa. Eu escuto uma música milhares de vezes e nunca me canso dela. E eu escuto as músicas e todas elas parecem ser um pedaço da minha vida. E a maioria das vezes eu me arrependo do que faço. E eu sempre quero voltar atrás. E a maioria das vezes eu esqueço o quanto eu aprendi com os meus erros, o quanto eu cresci e o quanto eu me sinto bem sendo assim, tão estranho.

Diz a lenda, que as mais belas histórias de amor, estão perdidas nas reticências…

Se tudo na vida fosse alegria, as pessoas não dariam valor a felicidade. As vezes é preciso chorar para sabermos o quanto é bom sorrir, é preciso sentir saudade para saber o quanto gostamos de alguém. Quando temos tudo, nada parece ter valor.

Sempre haverá uma parte de mim que será detestável, mas eu gosto disso. Doa a quem doer, não consigo agradar nem a mim mesmo. 

O mundo é uma competição de querer mostrar quem é que ama mais, mas no fundo ninguém ama ninguém.